Crise no Brasil! Oportunidade no Exterior!

Em quantas oportunidades ouvimos pessoas dispostas a trocarem seu país, em busca de uma oportunidade de vida melhor em outros países? Bom vindo de brasileiros, praticamente escuto o tempo inteiro, e eu sou uma das pessoas que resolveram arriscar-se e mudar totalmente de vida. Sim você leu certo, mudança de vida desse tamanho, representa sim um risco, com o qual deves entender, conviver e principalmente ter coragem em encarar.

 

Viver no exterior, é um sonho talvez de 7 a cada 10 brasileiros, e fazer isso para alguns não é lá tão complicado, mas para outros, necessita uma total engenharia financeira e um perfeito planejamento, o país no entanto, mais procurado é Portugal, muito por conta de semelhança na língua (Não se deixe enganar, ambos falam Português, mas existe uma diferença abissal, que se sente logo ao chegar cá).

 

Viver em Portugal:

Lisboa - Belém
Lisboa – Belém

Meus caros, viver em Portugal é simplesmente sensacional, falamos de um país pequeno, mas rico de muita cultura, de custo de vida relativamente baixo, comparado aos padrões brasileiros, e até mesmo Europeu. A educação do povo português, é outro fator a ser mencionado e elogiado, isso torna o povo de cá, muito solicito, mas não se engane, ser solicito, não é o mesmo que ser aberto, portanto não venha com esperança de criar novas amizades em curto prazo, pois será bem tratado, mas até fazer parte da vida da pessoa, é uma outra situação totalmente oposta.

 

– Vistos:

Como todos sabem, não é necessário ter um visto para entrar em Portugal, bastando apenas ter o passaporte com validade igual ou superior, ao período que for ficar (comprovado pelas passagens) em Portugal, sendo assim, podendo ficar em Portugal como turista por 3 meses, e renováveis por mais 3 meses (com comprovativos).

 

Existe os vistos para estudantes, que com atenção, devem ser abertos ainda no Brasil, com esse visto, terá autorização de residência e terá os direitos assim adquiridos em ficar no país, até o término do seu visto (duração do curso).

 

Visto de trabalho:

 

Esse já é um pouco mais complicado, se está no Brasil, poderá obter caso tenha alguma promessa contratual e comprovada da contratação, com esse documento, poderá dar entrada ao seu pedido ainda do Brasil e ir com visto regulamentado (pelo tempo de contrato), nessa situação, terá as mesmas condições que um trabalhador português e assim poderá viver bem e tranquilo em Portugal. Contudo não se iluda, assim como o custo de vida português é baixo, os salários também o são, sem um formação adequada irá trabalhar muito (sim, eles são exigentes) e dificilmente irá ganha mais do que um ordenado mínimo (que hoje 11/02/2016, está em 530,00 euros). Caso seja responsável pelo seu próprio sustento, a quantia é mais do que necessária para viver, com todas as mordomias como internet de 50 mb, tv a cabo e tudo mais, contudo não tenha a esperança de juntar dinheiro, pois com esse ordenado, as sobras serão mínimas.

Lisboa-10

Viver em Portugal sem visto:

Sim, é possível viver em Portugal sem o visto, podendo você ao conseguir trabalho, regularizar sua situação no SEF, mas lembre-se, nas mesmas condições mencionadas acima, é necessário ter o contrato de trabalho, com o período que irá ser exercido, esse período, irá determinar a validade do seu visto, que por determinação será, de mínimo 3 meses, máximo de 12 meses, que são renováveis, com o comprovativo de contrato. Ao viver nessa situação, atenção! As oportunidades de trabalho são bastante reduzidas, sobrando assim subempregos, ou empregos em restauração (Churrascarias, Restaurantes em geral), nessa situação, ajuda bastante ter a língua inglesa bastante afiada, e se estiver outra como espanhol, francês, ou alemão, estará melhor encaminhado. O setor por sinal distribui bastantes oportunidades, contudo, a cobrança é muito elevada, sim muito mesmo, e erros não são muito toleráveis, portanto, tenha em mente que irá trabalhar diante de forte pressão, esteja preparado a isso.

 

De resto pessoal, Portugal é uma país lindo, em todos os sentidos, tanto a sua beleza natural, com a história muito bem preservada, espaços culturais a mil, a segurança é algo impressionante, mesmo com pouca unidade policial nas ruas, a segurança do país é algo elogiável em toda Europa, o trânsito como em toda cidade grande, apresenta um pequeno caos nos horários de pico, mas nada que chegue próximo a capitais como Rio e São Paulo. O transporte público também em 80% do tempo, irá passar no horário e vazio, metro e trens urbanos (comboios) tem horários pré definidos e costumam respeitar a programação (salvo por eventuais e raros problemas), os ônibus (auto carros), muitos possuem hora certa para passarem nos pontos, sendo alguns com placares eletrônicos que informam a chegada da próxima composição, são muitos confortáveis, mas costumam passar apenas de 30 em 30 minutos, sendo necessário se programar, para não ter atrasos.

 

Então é isso pessoal, dúvidas e sugestões, não tenha medo em contatar.

 

Obrigado!

Até a próxima!